Agora, oficialmente de volta. --- Aventuras do Anjo Roteiro e desenhos: Flavio Colin N° 11 / Editora RGE / 1960 / 50 pag / PeB ...

17:02:00 by marcelo engster

Agora, oficialmente de volta.

---

Aventuras do Anjo
Roteiro e desenhos: Flavio Colin
N° 11 / Editora RGE / 1960 / 50 pag / PeB


Estava me divertindo em um sebo (minha perdição consumista) quando achei mais um gibi do mestre Colin. Agarrei e não soltei mais.
Aventuras do Anjo era uma radio novela que fazia sucesso na época e que Flávio Colin teve a tarefa de passá-la para os quadrinhos. O melhor traço brasileiro também fazia um dos melhores roteiros nacionais. Seu desenho era único, marcante. Traços e ângulos fortes, perfeitos para quadrinhos de suspense e terror. Além disso, seu roteiro era bem cuidado e não tinha o maior pecado dos roteiristas brazucas, a solução mágica. Para tudo havia explicação e nada era gratuito.
Flavio Colin. Recomendadíssimo.

6 comentários:

  1. Parabéns pela compra. Tenho dificuldades sérias para comprar quadrinhos do Anjo do Colin, aqui no Rio os sebos são um caos. Agradeço se você tiver alguma dica.

    ResponderExcluir
  2. Bah, é verdade, os sebos daqui do Rio são completamente desordenados. O bom é que a maioria não entende nada de gibis e o cara pode achar algumas coisas muito baratas. Mas só fuçando muito.

    Eu compro em um sebo da Vila Isabel (perto do Iguatemi), um na praça do Rio Comprido e em um do centro (tem dois andares, o segundo é só com revistas, lps e vhs, tudo muito barato, centavos). Só não sei o nome das ruas, hehe.

    Essa revista do Anjo encontrei em Joinville. Lá os sebos parecem livrarias, tudo limpinho e organizado. Uma maravilha, hehe.

    abraço

    ResponderExcluir
  3. Vinícius da Silva Carreiro da Luz06:06

    Depois desse tempo todo só agora consegui três números do Anjo do Colin, o 11, 29 e 33. O que mais me espantou, logo de cara foi perceber que o traço estilzado do Colin já estava presente de maneira clara já nos anos 60. O meu pai me ajudou com um cálculo (sou péssimo em conversões) e descobri que os gibis equivaleriam em preço de hoje em algo em torno de R$ 2,70, nada mal pra um título mensal de 28 páginas, em PB e formato americano. Os gibis de hoje custam uma fortuna, depois perguntam porquê ninguém mais lê gibi.

    ResponderExcluir
  4. R$ 2,70?
    Nada mal por um gibi do Colin, hehe.

    É, os preços dos gibis hojes são difíceis de engolir. Até pq os artistas são cada vez menos valorizados, recompensados e reconhecidos. Grandes nomes dos nossos quadrinhos, como Canini e Edgar Vasques são deixados de lado para artistas mais novos que cobram menos (não que não possa haver talentos novos, mas não podemos esquecer dos mestres). Sem contar os quadrinhos estadunidenses que as editoras compram por uma mixaria e mesmo assim vendem à preço de ouro.

    Parabéns pelos gibis que conseguiste. É muito raro achar essas edições do Anjo. Praticamente sumiram do mercado. Não vejo nem em sebos chiques nem em sebos comuns.
    abraço

    ResponderExcluir
  5. Vinícius da Silva Carreiro da Luz07:51

    O 11 consegui num leilão virtual, e os outros dois foram garimpados pelo Marco da Gibimania na Tijuca (o sujeito é uma enciclopédia de quadrinhos ambulante). No dia em que fui buscar as revistas, fiquei esperando a loja abrir e havia dois senhores de cabelos grisalhos que foram lá comprar alguma coisa do Blueberry, e se lembravam do Anjo e do Colin. É engraçado como essas coisas marcam a memória, mesmo depois de tanto tempo. Um deles inclusive não gostava do traço do Colin, preferia o "traço redondinho" da maioria dos Gibis da EBAL e da RGE. Conversamos muito rapidamente, e eles não puderam me responder à uma dúvida que talvez você possa sanar; Eu não consigo descobrir a tiragem do Anjo do Colin. Se descobrir, por favor escreva.

    ResponderExcluir
  6. Caramba, conseguiu achar a Gibimania aberta?
    Sempre está fechada quando vou lá, huehuehue. Fico só babando na vitrine.

    Caso eu descubra a tiragem, posto aqui no Quadrinhólatra.
    abraço

    ResponderExcluir